quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

O Paraíso e a Prisão

Dentro da minha mente, a maior jaula, grande como o universo.
Deuses e demônios habitam meus pensamentos. Estendo minhas mãos e
Alcanço as nuvens, o meu salto chega ao infinito do céu.
Será que ainda expulsam do paraíso os que sentem desejos?
Pois, a intensidade do desejo e que nos leva a fé.
Será que ainda expulsam do paraíso os que sentem desejos?
Bênçãos e maldições, em minha mente, são irmãs.
O sofrimento abre as portas para o amor, e o amor o sopro para a vida, e a vida sem a dor, não se faz sentir.
A dor é esposa, o amor é a amante.
Habitam os vivos e os mortos, enxergo na escuridão, o negro da vida, na luz, o brilho da morte.
Vem comigo, prova do fruto proibido, vamos fugir. O paraíso é uma prisão.

- Luis Fernando Lançoni


Sombra sob mão segurando grade
Imagem Ilustrativa