quinta-feira, 16 de maio de 2013

Recaída


“É apenas uma gripe.” ela disse.

“Não é nada demais.” ela acrescentou.

“Não pode ser.” eu insisti.

“Gripe não dói tanto.” expliquei.

A porta abriu violentamente.

“Parados.” o policial gritou.

“Você está infectado.” afirmou.

Corri na direção dele.

O policial atirou.

Mordi seu pescoço e arranquei um pequeno pedaço.

“Apenas estou gripado.” informei ao oficial caído.

O policial se levantou.

“Eu também.” respondeu.

Olhamos para a garota.

“Acho que a senhorita doutora vai ter uma recaída.”

- Lágrimas de Gasolina