segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Fútil Realidade #2

Quem pode prever o início de uma verdadeira amizade?

Quem pode prever quando uma família começa ou acaba?

A minha havia acabado de recomeçar. 

Alex era seu nome, e ela era Marta. Os pais de Brígida, quando ouviram minha história, interviram pela minha guarda na justiça. Como eu nunca tive avós ou tios próximos, ninguém questionou. Na verdade, o serviço social ficou feliz por livrar-se de mais uma boca para ser alimentada em um orfanato triste em qualquer canto triste da cidade.

A noticia foi como um choque para mim, mas admito que no fundo uma sensação de segurança aqueceu meu coração, como uma manta cobrindo os pés de uma velha senhora, sentada em sua poltrona em um dia frio de inverno. 

Tudo se desenrolou tão rápido; as primeiras noites no quarto de hóspedes, o processo de adoção, o carinho e o amor que cresciam dentro dos corações e lacrava-nos uns aos outros. 

Em um mês, não era mais um quarto de hóspedes; era meu quarto. Não era mais Alex e Marta, e sim pai e mãe. Não era só Brígida; era melhor amiga incondicionalmente e uma irmã como ninguém jamais sonhara.

Aos poucos, o terror daquele dia começou a desgrudar de minha jovem lembrança, e o riso de minha nova família obscureceu os pesadelos frequentes.

Sorri, pela primeira vez depois da morte de meus pais, quando Brígida entrou em meu quarto e me ofereceu uma tigela de açaí com banana. Rimos por horas, gargalhamos, e terminamos apoiados, um no outro, para recuperar o ar. Nossos olhares se cruzaram pela primeira vez.

Tudo estava perfeito. Tudo era lindo. Um sonho que eu jamais tivera a audácia de sonhar. Rezei pelos meus falecidos pais, e agradeci a Deus por esta nova família.

No meu aniversário de oito anos, Marta, mãe, anjo da guarda, guardiã, protetora, morreu em um acidente de carro enquanto comprava meu presente de aniversário. 

E de repente o céu azul acinzentou enquanto minha vida perdia novamente o sentido. 

                                                                                                                                    Continua Aqui