segunda-feira, 10 de junho de 2013

Prós e Contras

Tocou sua testa.
A luz piscou, os anjos cantaram no céu. Seu corpo flutuou.

Seus pés desenraizados do solo terreno. Sua alma estava em paz.

Um pequeno anjo o puxou pelas mãos, levando-o ao longínquo por do sol que derretia no horizonte.

O anjo olhou em seus olhos e deu-lhe um beijo amargo.
O pequeno ser alado tomou distancia, fez um gesto de repugnância e cuspiu a brasa que queimava dentro de seu pequeno corpo.

Sua face, antes angelical, apodrecia diante tantos males. Males enformados pela face humana em sua fronte.
O pequeno ser alado soltou suas mãos.

Ele caiu, oh pobre humano. Atravessou o céu e atravessou o solo, atravessou os mares e atravessou o tártaro.

Em pouco tempo alcançou a escuridão, e a paz que antes dominava a sua alma, transformou-se no vazio e na tristeza já conhecida pelos homens.

E toda a sua ciência, toda a sua consagrada bondade, toda sua vida escrita em solo terreno. Todos os males, todos os prós e todos os contras foram abraçados pelo verdadeiro anjo merecedor de tal iguaria.

Lúcifer esticou os braços e o pobre humano caiu sobre eles.

Lúcifer sorriu, o homem estremeceu.
Samael sorriu em concordância.

O homem deixou de existir.

- Lágrimas de Gasolina